Árbitro de vídeo: Quem paga a conta?

151

Ao que tudo indica, a CBF quer testar árbitro de vídeo no primeiro Grenal do ano. Após anuncio pelo presidente da Federação Gaúcha de Futebol, que os valores informados pela CBF eram elevados, em torno de R$ 50 mil e que estaria desistindo de implementar no próximo domingo (11/03), receberá nesta terça (06), dois representantes da Confederação para acertar os detalhes.

A FGF informa que os valores devem alcançar os R$ 30 mil e que quem bancará será o mandante do jogo. No caso, o Internacional. Quando o Grenal for na Arena, o valor será pago pelo Grêmio. A Federação Gaúcha também quer, que todos os envolvidos sejam de fora do Rio Grande do Sul.

A votação para árbitro de vídeo não passou para o Campeonato Brasileiro Série A, justamente porque a CBF queria que os clubes fossem os responsáveis pela conta. Decidiu-se então que talvez nas últimas rodadas o recurso fosse utilizado e que se fariam testes nos Clássicos Estaduais de maior relevância.

As reuniões com os representantes, iniciam amanhã (07) pela manhã.