As boas médias do novo Inter, passa pela zaga.

137

O recorde de passes do Inter de 2018, foi na partida pela Copa do Brasil, contra o Cianorte-PR. Foram 474 passes em tempo médio de 4,9 segundos.

A participação da dupla de zaga é fundamental. Victor Cuesta e Klaus são uma das menores médias de passes errados, considerando os grandes times brasileiros. Cuesta deu 224 passes e só errou 2 deles. (média = 99,1%) Foram 212 passes de Klaus e teve 4 erros. (média = 98,1%)

Um dos destaques individuais é o Capitão D’Alessandro. Aparece no topo da lista de garçons entre os principais Estaduais do Brasil. Em quatro jogos, foram 16 passes para finalização. Desses, 3 foram convertidos em gol.