Duda Streb: “Meu primeiro Gre-Nal como torcedora.”

219

Meu primeiro Gre-Nal como torcedora. Nem acredito. Sim, neste domingo, vou voltar ao Beira-Rio como colorada. Depois de 20 anos trabalhando em campo como repórter, estarei de volta às cadeiras, no meio da torcida. Ah, que saudade.

Lembro quando minha tia me levava ao estádio com meus irmãos e meu primo. Eu tinha uns sete anos, idade da Luiza, minha filha. A gente fazia de tudo, menos assistir ao jogo. Era cachorro quente, pipoca, diversão. Uma vez o filho dela, o Luiz Antonio, amarrou o cadarço do meu tênis na cadeira da frente. E nem precisava. Eu já estava amarradona no futebol.

E dali pra frente, nunca mais me afastaria dessa emoção. Como um combustível que volta a me abastecer para este Gre-Nal. O primeiro clássico da temporada também marcará o meu reencontro com os colorados. E num momento tão importante pro Inter, de reconstrução. De um novo Inter, de uma nova esperança com Odair Hellmann.

Mais do que a liderança do Gauchão, precisamos confirmar – contra um baita adversário – que estamos no caminho certo. E que seja com a vitória, claro. Dessa vez, eu estarei lá no meio da galera pra curtir, cantar e pra festejar muito com a torcida colorada. Se eu errar a letra, me perdoem. Estou um pouco destreinada, mas feliz. Partiu Beira-Rio!

Fonte: Gauchazh    Texto Original: Duda Streb