Renan Eduardo Cardoso procurador do TJD, respondeu nesta quinta-feira as declarações do técnico Renato Gaúcho, que disparou criticas logo após a classificação do seu time para a final do Gauchão, chamando Eduardo de ”Colorado”. O procurador  em entrevista para o GaúchaZH, disse que recebeu com tranquilidade as palavras do treinador.

“Me chamar de colorado é elogio, tenho orgulho de ser colorado. Recebi as palavras dele com tranquilidade, tenho 10 anos de TJD e sei como isso funciona. Tenho amizade e respeito com os advogados do Grêmio. É direito dele espernear, é o jeito do Renato. Sempre foi assim desde que era jogador. Eu estou tranquilo, fiz a denúncia como deveria ser feita”, considerou.

A declaração de Renato aconteceu, em motivo que Cardoso denunciou ao TJD tanto Renato quanto Kannemann, por conta do cartão amarelo do zagueiro durante a vitória do Grêmio por 3×0 sobre o Avenida, em Santa Cruz, no domingo passado. Na coletiva deste jogo, Renato admitiu que mandou o zagueiro provocar o terceiro cartão amarelo, para chegar “limpo” na decisão.

“Eu não tenho culpa se os colorados estão sofrendo com o sucesso do Grêmio, mas essa pessoa que me denunciou é colorada. Se essa pessoa que me denunciou está sofrendo por causa do clube dela, isso é problema dela e do clube dela”, disparou Renato, que acrescentou.

“Tem uma emissora aqui no Brasil que tem um programa chamado “Big Brother”. Eles dão 5 minutos de fama para algumas pessoas lá. Se vocês quiserem dar 5 minutos de fama para essa pessoa, vocês deem, eu não”. disse o técnico Gremista.

Fonte: TORCEDORES.COM