O atacante uruguaio, Jonatan Álvez, o mais novo contratado do Inter para o restante da temporada, tem em seu currículo uma coleção de cartões. O mau comportamento do jogador é dentro e fora do campo, inclusive já tentou agredir um treinador. Traz também na bagagem uma quantidade expressiva de gols por onde passou.

Começou sua carreira em times pequenos do Uruguai. Jogou na Europa até transferir-se para a LDU onde fez 10 gols em 23 partidas. Em 2016 jogando pelo Barcelona de Guayaquil anotou 20 gol em 32 partidas. Ano passado marcou 26 gols em 41 jogos. Seu comportamento é agressivo com colegas, imprensa e adversários.

Ano passado, sob o comando do técnico Guillermo Almada, Álvez foi substituído em um jogo contra o Clan Juvenil e se postou de costas para a placa e chutou a bola irritado. A discussão prosseguiu com o treinador e por pouco não foi agredido. Seus colegas o seguraram. Almada disse em coletiva: “É uma boa pessoa, mas às vezes tem atitudes de criança.”

Jonatan Álvez foi destaque da Libertadores em 2017. Marcou gols contra o Santos e contra o Grêmio. Acabou não participando da semifinal porque acertou uma cotovelada no santista Alison, porém o rendimento do jogador nas partidas sempre é bom.